Restaurantes em Santiago do Chile

by

Especial Ups & Downs do Chile, confira as sugestões dos melhores restaurantes

Centolla Austral Restaurante OX

Neste capítulo falaremos um pouco sobre os restaurantes de Santiago. Hoje, a cidade já tem restaurantes de muito bom nível, caros sim, porém muito bons.

Primeiramente gostaria de desmistificar o Mercado Central. Vamos falar a verdade, o lugar é horrível, com comida ruim e cara, além do atendimento displicente em todos os restaurantes. Assim fica difícil indicar. A fama de lugar bacana e comida boa se deu quando Santiago ainda não tinha restaurantes bons e típicos. Naquela época, saiu uma reportagem numa revista influente de turismo, como sendo um local imperdível e ai pegou, marketing puro. Mas na verdade o lugar virou mega turístico e ao contrário do que todos pensam não se encontram mais deliciosas Centollas.

Dica quente 1: Reserve sua mesa! E peça área de não fumantes, caso se incomode com o cheiro. Sim em espaços públicos do Chile, pode-se fumar. O Chile é democrático, então há lugares de fumantes e não fumantes.

Dica Quente 2: Carne se come na Argentina e no Brasil… No Chile, apesar de terem ótimos restaurantes de carnes (listados a seguir), recomendo sempre os peixes, mariscos e crustáceos frescos, como ostiones, centollas e machas a la parmesana. Sempre frescos e deliciosos!

CueroVaca

Agora podemos seguir com as indicações. Na Região da Avenida Nueva Costanera, que se transforma ano a ano em uma espécie de Haddock Lobo ou Rua Amauri de São Paulo, podemos listar alguns restaurantes que vale a pena visitar.

Shogun - Delicioso japonês! Para mim o melhor da cidade e com ótimos preços! O Sushiman é mal humorado e ranzinza, mas prepara delicias! Fica na Enrique Foster, 172, Las Condes (tel.: 02 231-1604).

OX Steaks & Brasserie - O ambiente é bonito e as carnes são deliciosas. Ótimo atendimento e estão super acostumados com os Brasileiros. Pode levar sua garrafa de vinho, a rolha custa CHP 7.000,00 (+-R$37,00). End.: Av. Nueva Costanera, 3.960 (tel.: 799-0260).

Mercat - Com somente 12 pratos, mas muito bem feitos, este restaurante não deixa nada a desejar. End.: Av. Nueva Costanera, 4.092 (tel.: 784-2840).

CueroVacaUma das melhores cartas de vinhos de Santiago e servem ótimas carnes! Fica na Passaje El Manio, 1.659, Vitacura (tel.: 206-3911).

CueroVaca

Tierra Noble RestaurantMuito bom para comer peixes e carnes na chapa. A carta de vinho inclui também boas champagnes como Bollinger e bons Bordeaux, e não é cara! A rolha custa CHP 7.000,00. Fica também na Av. Nueva Costanera, 3.872 (tel.: 761-4861) e possui uma filial ao lado do Hotel Ritz.

Puerto Fuy - É o mais tradicional da rua. A última vez que fui lá (+-2 meses atrás) estava bem ruim. Achei os pratos caros e sem gosto, atendimento demorado e ambiente antigo. De qualquer forma fica na Av. Nueva Costanera, 3.969 (tel.: 2208-8908).

La Mar Cebicheria - É o mesmo restaurante que o da Rua Tabapuã, em São Paulo. A rede ainda possui restaurantes em Los Angeles e Lima no Peru. Eu sempre vou e, por isso nem me cobram mais a rolha, mas eu sempre deixo uma boa caixinha para o Sommelier que é excelente. Peça a degustação de ceviche, simplesmente ótima! Uma boa dica é visitar a Loja de Vinhos Wain, que fica logo do outro lado da rua e comprar um bom rose. End.: Av. Nueva Costanera, 3.922, Vitacura (Reservas: 206-7839).

Astrid e GastonTodos me perguntam sobre esse restaurante de cozinha Peruana. Fica na Calle Antonio Bellet, 201, Providencia (tel.: 650-9125 ou 378-6767). É o mais caro de Santiago, mas a comida é muito boa e vale a experiência!

Europeo

EuropeoAo lado da loja da Concha Y Toro, está localizado esse restaurante de ambiente totalmente corporativo e quase sem graça. O interessante é que seu menu de comida internacional é preparado com ingredientes orgânicos. End.: Alonso de Cordova, 2.417, Vitacura (tel.: 208-3603).

Europeo

Baco! – No almoço em dias de semana é o ponto de encontro da turma do vinho, em Santiago. Sempre estão lá enólogos, donos de vinícolas, críticos, etc. Não é um restaurante chique nem tem muito luxo, mas a comida é boa (estilo bistrô Frances) e a carta de vinhos considerada uma das melhores do Chile (senão a melhor), com preços de loja e com a vertical quase completa de Almaviva, Neyen, etc. Às vezes há pechinchas como Pape Clement por R$ 250,00 e outros bons Bordeaux por ótimos preços também.

Pode fumar charuto na área aquecida. End.: Calle Nueva de Leon, 113, Bairro Providencia (+- 7 minutos de carro do Ritz Carlton – tel.: (2) 231-4444). Obs: Quando estiver por lá, procure o Frederick Blaux, é o dono, e fale que é meu amigo e mande um abraço!

Complexo Borde RioOs restaurantes são bons, porém já manjados redutos de turistas. End.: Av. José Maria de Balaguer, 6.400, Vitacura.

Dica quente 3: Os restaurantes Como Água para Chocolate, no bairro de Bela Vista, Aqui esta Coco e El Otro Sitio são também redutos tradicionais de Brasileiros e que todo mundo indica e conhece. Os restaurantes não são ruins, mas também não são tão especiais. Podem ser visitados, mas entendo que Santiago já tem lugares bem mais bacanas e novos. A escolha é sua!

Vinhos Concha y Toro

Encontramos também bons restaurantes em outros bairros e indico alguns a seguir.

BocanárizTem uma ótima carta de vinhos, talvez a com maior variedades de toda a cidade, porém somente chilenos. Vale a pena. Tem verticais de ícones para se tomar e não é caro (Sena 1995, 2001, 2004 e 2008 por CHP 325.000 ou +- R$1.650,00). Ligue antes, reserve e peça para decantar os vinhos, assim na hora que chegar estarão prontos para o consumo. A Comida não é lá essas coisas, mas além do ambiente bem legal, esse é o restaurante do momento e está sempre bem frequentado. Seu dono, o francês Jerome, atende sempre bem e adora conversar sobre os vinhos. Peça para ele mostrar a cave, bem feita, no subsolo do restaurante. End.: Calle Jose Victorio Lastarria, 276 (tel.: 638-9893).

Detalhe: O bairro onde fica o Bocanariz, foi inteiro reformado, as ruas estão bem bonitas e a noite fica boêmia.

IchibanOutro bom japonês super bem indicado. Não se esqueça de pedir tudo “sin palta” caso não goste de abacate, pois colocam a fruta em tudo. End.: Padre Hurtado, 1.521, Vitacura (tel.: 453-1973, 453-1791).

El Toro - Peça o pastel de Raiba, delicioso. É um restaurante tentando ser “trendy”, coisa difícil no Chile. A carta de vinhos não é das melhores e nem tente levar o seu de casa, pois não sabem cobrar a rolha. O estilo do restaurante é simples e é frequentado por artistas e santiaguinos cool. End.: Calle Loreto, 33 no bairro de Providencia, quase no Centro (tel.: 02 737-5937).

El Meson de la Patagonia - Tem uma centolla deliciosa! O cabrito com baked potato também é ótimo! A carta de vinhos não é muito boa, leve o seu vinho e pague a rolha (CHP 4.000 ou +-R$ 17,00). O único porém é que fica bem fora de mão, à uns 20 minutos do centro, pela Avenida Costanera Norte (não é a Nueva Costanera, e sim uma espécie de marginal expressa e pedagiada que cruza toda a cidade, simplesmente fantástica!). O restaurante fica no bairro residencial de Lo Barnechea, a única maneira de se chagar lá é de carro ou taxi. End.: Calle Lo Barnechea, 503 (tel.: 2216-8967).

Pizzaria TiramissuNa minha opinião, servem o melhor Pisco Sour (bebida típica do Peru, mas que o Chile adotou tem base de pisco, suco de limão e clara de ovo). Curta uma pizzinha de Domingo lá. Sempre bem frequentada, a pizza não decepciona e o sorvete de baunilha é uma delícia. End.: Av. Isidora Goyenechea, 3.141, Las Condes (tel.: 562 519-4900).

EtnikoSem dúvida o Bar/Restaurante/Sushi mais trendy de Santiago. Tem boa música e está sempre cheio. End.: Calle Constituicion, 172, Bela Vista (tel.: 562 732-0119).

Atenção: Não há nenhuma indicação de que lá funciona um restaurante, por isso chegando lá abra a porta e entre direto.

Opera Catedral - Com ótima comida francesa, é considerado por muitos o melhor restaurante de Santiago! Sendo também uma boa pedida para drinks e conhecer gente local. End.: Jose Miguel de la Barra, 407 (tel: 664-3048).

Nos próximos capítulos falaremos mais sobre a Noite de Santiago, outras atrações e passeios tradicionais, além de onde comprar os tão desejados vinhos chilenos.

Fotos: Reprodução

#PpowTravel

  • Mônica

    Ei Felipe.

    Muito bom, ter lido seu blog.

    Queria uma ajuda. Vou com a família em julho para o Chile e gosto muito de conhecer a culinária local, evitando os restaurantes que priorizam comida internacional e os “pega-turistas”.

    Apesar de apreciar também bons vinhos, por estar indo com os filhos, nosso foco não será restaurantes com boas cartas de vinhos.

    Gostaria, que você me indicasse restaurantes que os nativos frequentam(Já li suas sugestões no blog), e gostaria de comer centolla e frutos do mar. Além do El Meson de la Patagonia, parece ser bastante afastado, você teria outras sugestões? E em Vinha Del Mar ou Valparaiso, conhece algum?

    Aguardo seu retorno.
    Obrigada,
    Mônica