Reta final do Comida di Buteco em SP

by

Público tem até 1º de julho para percorrer os bares, experimentar os tira-gostos e votar no Melhor Boteco de São Paulo

A primeira edição paulistana do primeiro e maior concurso de gastronomia de botecos do Brasil está na última semana. O público tem até 1º de julho para percorrer os bares do circuito, provar os tira-gostos concorrentes e, junto com o júri oficial, eleger o Melhor Boteco do ano. Ao todo, são 49 botecos que representam a diversidade do cenário da culinária de raiz na cidade.

A escolha dos botecos foi feita pela organização do concurso, representada pelo gastrônomo Eduardo Maya. Depois de uma pesquisa de campo que resultou em mais de 200 visitas, foram convidados dez bares de cada região da capital (Norte, Sul, Leste, Oeste e Centro). A seleção oficial inclui representantes com influências gastronômicas de diferentes países e regiões brasileiras, como italianos, japoneses, alemães, portugueses, nordestinos, mineiros, entre outros.

Para votar, o público precisa experimentar o tira-gosto concorrente, preencher corretamente a cédula oficial e deposita-la na urna lacrada. Notas de zero a dez classificam o petisco (70% do peso), atendimento (10%), temperatura da bebida (10%) e higiene do local (10%). Cada pessoa só pode votar uma vez em cada bar.

Dinâmica

Em 2012, o Comida di Buteco foi realizado em duas etapas. As 15 cidades que já faziam parte do circuito nacional deram partida no concurso em 13 de abril: Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Belém (PA), Campinas (SP), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Ipatinga (MG), Juiz de Fora (MG), Manaus (AM), Montes Claros (MG), Poços de Caldas (MG), Ribeirão Preto (SP), Rio Preto (SP), Salvador (BA) e Uberlândia (MG).

Em São Paulo (SP), na sua primeira edição, o Comida di Buteco teve data especial: de 1º de junho a 1º de julho. Outra particularidade em relação à metrópole é que os bares não precisaram criar um tira-gosto inédito, como acontece nos outros locais. Alguns escolheram petiscos que fazem sucesso entre a clientela, outros optaram por desenvolver receitas novas.

Para eleger os melhores botecos paulistanos, além do voto popular, um corpo de 50 jurados formado por especialistas  percorrem os concorrentes. O peso do júri e do público é de 50% cada.

Premiação

Em São Paulo, os vencedores serão anunciados na Festa da Premiação, evento fechado para convidados e imprensa no Mercado Municipal previsto para 10 de julho. A apuração dos votos ficará sob responsabilidade da Vox Populi.

Todos os botecos recebem um registro de participação no concurso e os cinco primeiros colocados são premiados com troféus, além do título de melhor boteco da cidade. Os dez últimos da lista são desclassificados e ficam de fora da edição seguinte, para permitir uma rotatividade entre os participantes.

Além da premiação oficial, os donos dos bares com melhor classificação concorrem a prêmios oferecidos pelos patrocinadores do Comida di Buteco. A marca Hellmann’s premia três concorrentes que utilizarem maionese espontaneamente em seus petiscos e se classificarem entre os melhores do ranking. Os vencedores recebem a quantia de R$ 5 mil, R$ 3 mil e R$ 2 mil pelo primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente.