Cambury e o seleto Nau Royal

by

A praia não é muito extensa, 1 quilômetro aproximadamente, a mistura exata do aconchego com amplitude. Do hotel, 10 minutos de caminhada e logo se avista o pequeno rio correndo. Em seu encontro com o mar, entre a areia clara e uma breve península de pedras e mata, o rio Cambury separa as praias irmãs. Na outra margem, Camburyzinho se esparrama por uma baía menor, com águas por vezes tão claras. Mata Atlântica exuberante, muita água doce, boas ondas e duas praias certamente entre as mais bonitas do litoral de São Paulo

No canto oeste de Cambury o Nau Royal se debruça na praia. Nesse contexto natural privilegiado, o hotel spa se apresenta como um lugar de celebração. Celebração de bons momentos, de vida boa.

Há muito o que se fazer na região norte do litoral paulista, mas nos dias em que estivemos por alí não quisemos muito saber de rodar. Aproveitamos uma folga das crianças para curtir o clima romântico do hotel. Quartos muito bons, serviço ótimo, gastronomia excelente. Comemos bem no Nau Royal! No almoço o Azul Marinho tem a chef Nega a frente do cardápio, com seus pratos cheios de encantos da terra é a artista na cozinha, à noite trocam-se os menus e o restaurante vira Yye, entram em campo os pratos assinados pela competente chef Morena Leite.

Cambury, assim como a vizinha Maresias, é uma praia referência para o surfe nacional. Com ondas de qualidade e frequência bastante boa, não é para menos que se vê a molecada local arrepiando no esporte. Por perto ainda tem mais um tanto de opções para os amantes do surfe, como Baleia, Juqueí ou Santiago.

Mas, com uma piscininha aquecida te esperando depois do mar gelado do outono, café da tarde de frente ao mar e para quem quiser, massagem no spa L’Occitane, sair para quê?

O hotel conta com uma equipe muito bem treinada e solicita a qualquer hora do dia ou da noite. Tem menu de travesseiros e uma adega repleta de bons rótulos Perrier Jouet, Veuve Clicquot, Moët & Chandon e Dom Pérignon.

Informações úteis sobre o Nay Royal

  • Acomodações: são 13 suítes dividas em 7 categorias. Nós ficamos hospedados na suíte Royal Trussardi com 120m², distribuídos entre quarto, duas salas integradas por uma Tv giratória, com sofá e mesa. Cama king size, banheiro com dois chuveiros, closet e área externa com solarium, ôfuro e espreguiçadeiras.

 

  • SPA: piscina e jacuzzi em frente ao mar, yoga e um spa assinado pela L’Occitane, testamos a massagem relaxante e foi divina.

 

  • Gastronomia: ponto muito alto do hotel é parte gastronômica que superou nossa expectativa. O café da manhã é servido a la carte. Almoço no Azul Marinho, chá da tarde nos jardins e jantar no Tye. Os menus valorizam pratos da cultura caiçara brasileira e chegam com lindas apresentações. Destaques para o robalo com crosta de quinoa e petit gateau de banana da terra, a moqueca é extremamente saborosa e de sobremesa não perca o mousse de chocolate belga com creme de cupuaçu.

 

  • Celebrações: este é o ponto alto do Nay Royal. O hotel é intimista, voltado para momentos de celebração. Para cada ocasião um programa perfeito para celebrar os bons momentos da vida.

 

  • Atividades: Cambury está em uma área do litoral norte de São Paulo muito privilegiada. Para os amantes de surf, as ondas são constantes e com boa formação. Quem curte pedalar ou fazer trilha, basta contatar a recepção que eles organizam tudo.

 

  • Crianças: o Nau Royal não é voltado para crianças. Seus serviços miram os adultos.

 

  • Como chegar: de São Paulo são apenas 160km via Imigrantes e Rio Santos.

 

  • Tarifa: a partir de R$ 2.860,00 tarifa balcão

 

Agradecimento

Nau Royal