Orquestra Sinfônica Heliópolis abre temporada de Concertos no Auditório MASP

by

Apresentação traz participação da pianista chinesa QiShan Shi, vencedora do Concurso Jovens Solistas Baccarelli/Azusa Pacific University

Inaugurando o calendário de concertos do Instituto Baccarelli em 2017, a Orquestra Sinfônica Heliópolis se apresenta no dia 19/03, às 11 horas, no Auditório MASP. O espetáculo, que será regido pelo maestro Edilson Ventureli, terá participação da pianista chinesa QishanShi, vencedora da 1ª edição do concurso Jovens Solistas Baccarelli/Azusa Pacific University (APU).

A Orquestra Sinfônica Heliópolis inicia a apresentação interpretando o ‘Concerto para Piano nº3 em Dó Maior, Op.26’, do ucraniano Sergei Prokofiev (1891 – 1953). Chamado de enfant terrible, Prokofiev, que foi da geração do modernismo clássico, era conhecido pelo exagero em suas composições e ganhou fama por obras muitas vezes consideradas incompreensíveis. O compositor estudou no Conservatório de São Petersburgo, onde conheceu o seu principal mentor, o compositor russo Rimsky-Korsakov. Aos 20 anos recebeu o Prêmio Anton Rubinstein como melhor aluno do conservatório. O compositor e pianista também escreveu ballets, óperas, peças infantis, concertos, trilhas sonoras para cinema e sinfonias. O repertório do concerto traz ainda a ‘Sinfonia nº1 em Mi Bemol Maior, Op. 8’, do compositor russo Reinhold Glière (1874 – 1956). Glière foi diretor do Conservatório de Kiev, e anos mais tarde,foi nomeado professor no Conservatório de Moscou, mesmo local onde adquiriu a sua formação em violino. Entre os alunos que passaram pela sua tutela no decorrer da carreira estáo próprio Sergei Prokofiev.

De acordo com o regente da apresentação e diretor executivo do Instituto Baccarelli Edilson Ventureli, esse programa foi pensado dentro da premissa artística pedagógica, provocando os os alunos a superarem desafios e, também, oferecendo composições que agradem o público.

“O ‘Concerto Para Piano nº 3 em Dó Maior, Op.26’, de Prokofiev, é o mais conhecido dos concertos do compositor ucraniano, e apresenta dificuldades técnicas para as cordas, em especial, e para a orquestra como um todo na questão rítmica, se mostrando desafiador principalmente na junção entre solista e orquestra.A ‘Sinfonia nº 1 em Mi Bemol Maior, Op.8’ de Reinhold Glière, compositor russo, é muito bonita e de fácil escutar. Se faz interessante pedagogicamente por se tratar de um compositor pouquíssimo executado, e pelo fato de ter sido professor de Prokofiev, no Conservatório de Kiev“.

 

Concurso Jovens Solistas Baccarelli / Azusa Pacific University

O Instituto Baccarelli mantém uma importante parceria com a Azusa Pacific University (APU), de Los Angeles. Além de promover masterclasses – transmitidas por vídeo conferência – hoje7 alunos do Instituto estudam na sede da universidade por meio de bolsas de estudos concedidas pela APU, na Califórnia. O concurso Jovens Solistas Baccarelli / Azusa Pacific University promove um importante intercâmbio entre os alunos das duas instituições. A vencedora da etapa de Los Angeles, a jovem pianista QiShan Shi, será a solista do concerto do dia 19/3, assim como o (a) vencedor(a) da etapa de São Paulo estará a frente da orquestra da Azusa Pacific University em um concerto em Los Angeles.

 

 

:: SERVIÇO ::

Auditório MASP

Endereço: Avenida Paulista, 1578

Dia e horário:19/03 (domingo), às 11h

Duração:60 minutos

Ingressos (preços populares): R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia)

Capacidade: 374 pessoas; há acesso para portadores de necessidades especiais
Vendas:bilheteria do MASP ou pela Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br ou 11/4003.1212)

Classificação: livre

 

SOBRE ORQUESTRA SINFÔNICA HELIÓPOLIS

A Orquestra Sinfônica Heliópolis, um dos programas do Instituto Baccarelli, promove prática orquestral e conhecimento de repertório sinfônico a alunos avançados da instituição. Conta com Isaac Karabtchevsky como seu diretor artístico e regente titular e Zubin Mehta, como patrono. A versatilidade do grupo permite à sinfônica transitar pelo universo da música de concerto e da música popular, mantendo alto padrão de excelência na execução das obras. Assim, já se apresentou sob a regência dos maestros Zubin Mehta, Peter Gülke, Yutaka Sado, acompanhada de Julian Rachlin, Erik Schumann, Domenico Nordio, Paula Almerares, Leonard Elschenbroich, Arnaldo Cohen, Jean-Louis Steuerman, Antonio Meneses, Ricardo Castro e de artistas consagrados como Ivete Sangalo, Milton Nascimento, João Bosco, Luiz Melodia, Lenine, Paula Lima, Toquinho, Fafá de Belém e Ivans Lins, entre outros. O grupo tocou em importantes palcos, como Sala São Paulo, Theatros Municipais de São Paulo e do Rio de Janeiro, Gasteig (Alemanha) e Muziekgebouw (Holanda), além de ter participado de eventos como o Festival Beethoven (Bonn/Alemanha) e Rock In Rio, com Mike Patton.

 

 

SOBRE O INSTITUTO BACCARELLI

Em 1996, sensibilizado por um incêndio de grandes proporções em Heliópolis, o maestro Silvio Baccarelli prontificou-se a ensinar música para 36 crianças e jovens da comunidade, como forma de diminuir o sofrimento das famílias atingidas e contribuir para a autoestima e possibilidade de educação desses menores. Como o bairro da zona sul paulistana não dispunha de local apropriado para as atividades, o maestro cedeu o próprio imóvel, o Auditório Baccarelli (localizado na Vila Clementino), para dar início às aulas. Dos participantes desse estágio inicial, dois ex-integrantes do coral que o maestro regeu por várias décadas em São Paulo permaneceram à frente do Instituto: os irmãos Edilson e Edmilson Venturelli. Além da gestão executiva e da imagem institucional, eles foram os responsáveis pelo desenvolvimento das diferentes atividades da entidade, e por ampliar significativamente a dimensão da instituição de ensino.

 

Hoje,mais de  1.000 crianças e jovens são beneficiados pelos programas socioculturais, que abrangem 5 orquestras, 14 corais, 20 grupos de musicalização, 6 grupos de câmara e 2 cameratas.  Para a manutenção de suas atividades, o Instituto Baccarelli conta com os seguintes patrocinadores, distribuídos por categorias. O Instituto conta com a direção artística do maestro Isaac Karabtchevsky e com o patronato do regente indiano ZubinMehta, que visitou a instituição em 2005 e se encantou com o poder da música enquanto ferramenta de transformação social.

 

Instituto Baccarelli
Endereço:
 Estrada das Lágrimas, 2.317 – Heliópolis, São Paulo/SP
Horário:
de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 20h30; sábados, das 8h às 15h30

Contatos: (11) 3506-4602ou pelo email comunicacao@institutobaccarelli.org.br

Site: www.institutobaccarelli.org.br