A Arte de Viajar :: explora Valle Sagrado

by

Era talvez o centésimo estrondo quando avistamos a pequena lagoa, já próximos aos 4.600 metros de altitude. Vínhamos nas últimas 2 horas enfrentando um mau tempo que começou com um chuvisco, transformou-se em granizo e a medida que subíamos, neve. A mais inesperada e bem vinda neve.

explora_103

Alguns minutos mais montanha acima e finalmente atingimos “el paso”, o mais alto que já havíamos chegado em uma trilha até então. Estávamos próximos ao Sahuasiray, um dos pontos culminantes da cordilheira oriental dos Andes, com quase 6.000 metros de altitude. A Vivi encontrou uma pedra para comemorar a conquista ainda um pouquinho acima. Levou um dos maiores sustos da vida ao se dar conta do quão próxima esteve de uma enorme descarga elétrica. Um barulho talvez parecido com o que seria um dinossauro a rugir em suas orelhas.

explora_101

Outros minutos mais montanha abaixo e o clima era novamente de paz, apenas uma chuvinha calma caindo e lhamas pastando tranquilamente. Do alto, a vista das duas maravilhosas lagoas que adornam a parte mais alta do vale de Cancha Cancha. Cancha Cancha, um “pueblo tiquito”, uma viagem no tempo, quechuas vivendo ainda de modo não tão diferente de suas muitas gerações passadas. Um presente!

explora_52

Isso é um pouco do que foi nossa expedição ao Incañan, uma das tantas explorações oferecidas pelo explora Valle Sagrado, um hotel absolutamente incrível, encravado em dos lugares mais significativos da América do Sul. Berço da civilização inca, a região peruana que compreende a cidade de Cusco, o Valle Sagrado e a mítica Machu Picchu é com toda certeza daqueles lugares que qualquer viajante precisa visitar um dia na vida.

explora_53

Qualquer lugar com um par de séculos de história já tem sua graça, com milênios passa para a categoria interessantíssimo. Pouco a pouco descobre-se que cultura andina é anterior ao que se pensava antes. Hoje sabe-se ao certo que a civilização de Caral, localizada na região centro-norte do Perú, data de pelo menos 3.500 AC e coloca povos sul-americanos entre as primeiras civilizações humanas.

explora_59

E foi em meio a esse cenário, entre montanhas às margens do rio Urubamba, cultivando milho, batatas e quinua, criando lhamas e apalcas, que floresceu parte importante de uma das civilizações antigas mais impressionantes da humanidade. O império Inca, que em seu auge no século XV governou uma vastidão de terras, hoje compreendidas por áreas do Equador ao Chile, sucumbiu rapidamente ao invasor europeu. Porém, seu legado, envolto ainda em tantos mistérios, permanece vivo em obras, línguagem, religião e costumes. A cultura quechua atrávessou 5 séculos de influências, segue viva e presente em cada canto que se vá.

explora_109

Na página do explora se lê: “A arte de viagem”. Perfeito, luxo com simplicidade, ralação com conforto, foco no que mais importa; explorar, conhecer e experienciar coisas, culturas e lugares. O explora, tem hotéis também no Atacama, na Ilha de Páscoa e na Patagônia, além de organizar 3 travessias que só de pensar já nos dá vontade de fazer novamente as malas e partir amanhã mesmo; Uyuni, Salta e El Chaltén.

explora_43

Na primeira noite em que estávamos no hotel, nos chamaram para ouvir a “charla” (bate-papo) preparada para os hóspedes recém chegados. Sinceramente não imaginava que teríamos uma verdadeira aula de história e cultura andina, de flora, fauna e o do que trata a filosofia do explora. Em uma viagem como essas não estamos ali apenas para usufruir de um lugar bonito e confortável, estamos para aprender, para ampliar sempre um pouco mais os nossos horizontes.

explora_68

Na sequência, hora da degustação! Mas não a do jantar ainda, que certamente seria mais uma vez uma comilança de altíssima qualidade. Aquele seria o momento para degustação do cardápio de explorações. Sim, todos os dias cada grupo de hóspedes senta com algum dos vários excelentes guias da equipe, munidos de mapas e planilhas, para escolher e organizar qual será a aventura do dia seguinte. Para nós, um paraíso, atrapalhado somente pela dificuldade de se esc
olher uma dentre tantas apetitosas opções.

explora_44

Nesse dia ficamos com a exploração de Amaru, outra caminhada especial em meio a pequenos “pueblos” e gente local vivendo suas vidas como de fato elas são. Trilhando pelas comunidades de Paru-Paru e Amaru descobrimos algo que nos encantou. Estávamos caminhando em meio a plantações e não havia uma só cerca dividindo propriedades. Porque não existe propriedade! Ou melhor dizendo, existe, a terra pertence ao “pueblo”, e é ele, através de mecanismos internos, que define a quem ou a quais famílias será destinado determinado talhão. Imagino que conflitos não devam faltar, mas pelo que pudemos observar, é certo que há grande cooperação entre todos.

explora_33

Para o nosso último dia tínhamos disponível apenas mais meio período e queríamos ainda fazer um giro de bike por alguns dos principais detinos do vale; Moray, Maras e Salineras. Uma vez mais a equipe do explora flexibilizou e organizou para nós uma versão customizada de um pedal normalmente feito em saídas de dia inteiro. Grandes visuais, excelentes descidas e no final, a boa e sempre muitíssimo bem vinda mesa com lanches e Cusqueñas geladas.100% recomendado!

explora_82

explora Valle Sagrado é novíssimo, foi inaugurado em julho de 2016 e ainda não tem sua estrutura completa, a área de spa está em construção e em breve agregará ao conjunto um espaço importante de bem estar. Durante as obras foram encontradas e restauradas diversas ruínas, o que torna o lugar ainda mais significativo.

explora_76

Informações úteis

Quando Ir

O hotel fica aberto o ano inteiro a estação seca vai de Abril à Outubro. Fomos no final de outubro, e nossa viagem foi marcada por dias lindos e temperaturas amenas. Pegamos mau tempo somente quando subimos acima de 4000m.

explora_16

Acomodações

explora oferece 50 acomodações, 44 quartos standard com 40m2 e 6 suítes com 53m2. Os 50 quartos possuem vista para as plantações de milho e quinoa, decoração clean e aconchegante, banheira e o melhor de tudo não tem televisão e nem Wi Fi. Desta maneira você consegue entrar de cabeça em uma das filosofias do hotel que é deixar o cotidiano para trás.

explora_45

Gastronomia

Na tarifa do explora estão inclusas todas as refeições, bebidas, vinhos e drinks. O café da manhã é servido com um completo e saudável buffet, o almoço e jantar é a la carte e é alterado diariamente. São 3 serviços (entrada, prato principal e sobremesa) geralmente com 3 opções para cada. O foco da gastronomia é a culinária Peruana contemporânea e tradicional, tivemos oportunidade de experimentar pratos bem elaborados que surpreenderam nosso paladar.

explora_07

Para quem escolher uma exploração de dia inteiro o almoço pode ser substituído por uma deliciosa box lunch. Testamos duas: um dia foi sopa de espinafre, salada de quinoa com vários tipos de batata e favas acompanhado de truta defumada e de sobremesa brownie de chocolate. No segundo dia foi sopa de abóbora, salpicão de frango e carne de alpaca. Um verdadeiro banquete nas trilhas.

explora_39

No final de cada exploração nossa van nos aguarda com um verdadeiro picnic geralmente montado em uma vista maravilhosa. Com alguns homemade snacks, frutas, água, sucos e cerveja.

explora_64

Explorações

Com um cardápio extenso de 27 explorações que pode variar de um city tour por Cusco, passeio de van para conhecer uma comunidade isolada, uma leve caminhada, passeio de moutain bike ou uma trilha pesada para os mais preparados. O explora atende a todos com um excelente time de guias. Todas as noites os hóspedes se reúnem com os guias para escolher o destino do dia seguinte. Para os mais preparados fisicamente e adaptados a altitude fica a dica para fazer o trekking de Incanã. O explora também leva seus hóspedes a Machu Picchu, o passeio só pode ser realizado para quem se hospedar por mais de 4 noites no hotel.

explora_99

Como chegar

Você deverá voar para cidade de Cusco, uma vez no aeroporto ou em qualquer outro hotel da cidade, o explora cuidará do seu traslado até o Valle Sagrado.

explora_66

Altitude

A cidade de Cusco está localizada a 3400 metros acima do nível do mar, enquanto o explora Valle Sagrado está localizado a 2900 m. Se você optar por ir direto ao hotel sua aclimatação será mais amena do que se ficar alguns dias em Cusco logo na chegada. Em contrapartida, você chegar aclimatado no explora te possibilita encarar os desafios mais avançados e com maior altitude. Foi o que nós fizemos, passamos uma noite em Cusco onde descansamos da viagem e partimos para o Valle Sagrado um pouco mais acostumados com a frequente falta de ar e o cansaço. Desta maneira fizemos a trilha leve de Rachi no primeiro dia, no segundo partimos para Amaru (trekking intermediário), no terceiro dia fomos para o Incanã (trekking avançado) e no quarto fizemos um passeio de mountain bike por Moray, Maras e Salineras.

explora_92

Tarifa

A partir de U$3.920/casal por 3 noites, full board, explorações, transfer para o aeroporto e entradas nos parques nacionais e sítios arqueológicos.

explora_24

Contato 

reserve@explora.com

www.explora.com

explora_41

Agradecimento

explora travel

Vivi & Marcelo vestem The North Face.

Matérias relacionadas:

Acompanhe também nossas dicas no instagram @insta.pelomundo. Aproveite e use a hashtag #instapelomundo  para marcar suas fotos de viagem, dicas de lazer, hospedagem, entretenimento e cultura.

#PpowTravel